Arquivo da tag: Biblioteca escolar

Biblioteca escolar ganha reforço de mais de 200 livros infantis

Matéria publicada em 02/05/2017 no site da PMPA

 

Texto de: Cristina Lac

 

Os 28 alunos da turma A22 (2º ano) da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Décio Martins Costa, no bairro Sarandi, zona Norte de Porto Alegre, tiveram um inusitado início de tarde nesta terça-feira, 2. Reunido na biblioteca, o grupo foi selecionado para representar todos os 1,2 mil estudantes da escola durante a atividade que marcou a chegada de mais de 200 novos livros para o acervo da instituição. Provenientes de doações feitas por pais e alunos do Colégio Farroupilha, escola privada na zona Leste da Capital, as publicações foram dispostas em baús, simbolizando o tesouro que representam, e encantaram as crianças.
Laura Fagundes, sete anos, gostou de um livro que traz junto um quebra-cabeça e logo saiu pedindo ajuda para montá-lo. Alexandre Boeira Santos, também sete anos, preferiu outro que reproduz máscaras de animais e de imediato o colocou em sua face, chamando a atenção dos demais colegas. Já Gabriele Moreira, da mesma idade, agarrou-se afetuosamente a um livrinho com o fantoche de um porco, que foi prontamente lido e manuseado. “Podemos ver pela alegria e felicidade deles o quanto os novos livros enriquecerão a leitura e a imaginação; são livros com recursos diferenciados, com texturas, brincadeiras e jogos acoplados que geralmente tem um custo mais alto em relação aos que trazem apenas letras e ilustrações”, informou a bibliotecária Janete Bassani.
No total, a biblioteca escolar da Emef Décio Martins Costa conta com um acervo de 10 mil títulos, a grande maioria de literatura infantojuvenil. Todos os dias, o local recebe cinco turmas em cada turno, isto é, circulam pelas duas salas do local cerca de 250 alunos para atividades de leitura, empréstimo de livros, contação de histórias e pesquisas. Outras três professoras do ensino regular também trabalham na biblioteca, que ainda tem o reforço de duas monitoras voluntárias do 7º ano.
A destinação dos novos livros ocorreu por intermédio da colaboração da professora Maria Carolina Colombo, que leciona nas duas escolas. Os títulos foram arrecadados durante a atividade denominada “Convescote”, vinculada ao projeto “O líder em mim”, em que pais e alunos das turmas de 1º ano do Farroupilha fizeram a doação de um livro infantil. “Sugeri que a Escola Décio Martins Costa fosse a beneficiada pelas doações, pois é uma escola que cuida muito bem de seus materiais e que certamente fará um uso enriquecedor dos novos títulos junto a toda comunidade. Esses livros vão fazer a diferença na nossa escola”, concluiu a professora.

Foto: Aline Bisso/Divulgação PMPA. Alunos da Décio Martins Costa receberam as doações do Farroupilha

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Aquisições, Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Escola Porto Novo inicia ações para incentivar a leitura

Matéria publicada em 03/04/2017 no site da PMPA

Texto de: Cristina Lac

 

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Porto Novo, no bairro Rubem Berta, dará início a atividades especiais para ampliar o acesso à leitura a partir desta semana. A comunidade escolar – alunos, professores, equipes diretivas, funcionários e seus familiares – poderá retirar livros da biblioteca da instituição, a BiblioPORTO, e levá-los para casa. Além do empréstimo, que terá um período fixo para cada turma, também haverá a “Hora da Leitura”, no turno da manhã, no quarto período, com rotatividade no dia da semana. Ou seja, semanalmente, num determinado dia, todos lerão de forma simultânea.
Ainda, entre os dias 3 e 7 de abril, será feita a apresentação formal da BiblioPORTO, cujo nome foi escolhido por eleição no final do ano passado, quando também foi inaugurada. As atividades são alusivas ao Dia Internacional do Livro Infantil, celebrado nesse domingo, 2.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Escola Porto Novo escolhe nome de biblioteca

Matéria publicada em 12/12/2016 no site da PMPA

 

Texto de: Mailsom Portalete (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto

 

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Porto Novo realiza, entre os dias 12 e 13, eleição para escolha do nome de sua biblioteca. O espaço, aberto no segundo semestre de 2016, conta com cerca de 3.300 livros catalogados e algumas centenas de obras ainda não classificadas. A votação é aberta para alunos, funcionários e para a comunidade local.
O processo eleitoral iniciou-se no dia 29 de novembro. Até 6 de dezembro, a comunidade escolar propôs mais de 30 nomes, dos quais foram selecionados cinco para comporem a cédula de votação. São eles: Biblioporto, Carlos Urbim, Cantinho da Alegria, Espaço do Saber e Paixão Côrtes. Para a professora Andréa Rodriguez, é importante que a escolha seja uma atividade democrática. “A escola tem uma postura de tomar suas decisões em conjunto. Nas festas, por exemplo, todo mundo se ajuda, todos colaboram. Não adiantaria nós, professores, definirmos um nome se esse é um espaço da comunidade”, alega.

Foto: Aline Bisso/Divulgação PMPA. Aberto no 2º semestrre, espaço conta com cerca de 3.300 livros catalogados

Andréa, uma das professoras responsáveis pela biblioteca, conta que são realizados em média 150 empréstimos semanais para alunos, professores e comunidade local. “Queremos que os estudantes se apropriem e usem a biblioteca. Esta eleição é, também, um modo de envolvê-los com o mundo da leitura e do livro, muitas vezes, deixado de lado em razão do computador e do celular”, argumenta.
Segundo a diretora da Porto Novo, Salete Monticelli, a intenção é inaugurar a biblioteca até o final do ano. Ela cita, ainda, outras iniciativas da escola de incentivo à leitura, como é o caso da Bibliopátio e do projeto Hora de Ler. “No projeto, todas as turmas fazem uma pausa semanal e, durante um período, os estudantes dedicam-se exclusivamente aos livros. Já a Bibliopátio é o espaço que temos para as crianças lerem durante o recreio, na entrada ou em qualquer momento que estiverem no pátio”, explica.

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Doação do escritor Rafael Guimaraens

Recebemos com muita alegria a doação de 26 exemplares do recém-lançado O sargento, o marechal e o faquir. O escritor Rafael Guimaraens – que faz parte do Adote um Escritor desde 2009 – veio fazer a entrega acompanhado da Clô Barcellos, da editora Libretos.

Esses exemplares serão encaminhados às bibliotecas escolares municipais que atendem o nível de Educação de Jovens e Adultos (EJA). A Biblioteca da SMED ficará com um item autografado pelo Rafael.

Muito obrigada!

Link para a resenha da obra, que foi produzida com incentivos do governo federal: http://www.libretos.com.br/index.php/audiolivros?page=shop.product_details&flypage=flypage.tpl&product_id=173&category_id=49&vmcchk=1

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Escola Emílio Meyer inaugura mural da biblioteca com sarau

Publicada no portal da Prefeitura em 14/09/2016

Texto de: Luiz Eduardo Campesato (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto

A Escola Municipal de Ensino Médio Emílio Meyer (Av. Niteroi, 472, Bairro Medianeira) promove, às 18h desta quarta-feira, 14, um sarau poético para inaugurar o novo mural da Biblioteca Delta Selistre. O espaço agora dá boas vindas aos leitores com imagens coloridas que remetem ao universo das possibilidades da biblioteca.

 

Organizado pela bibliotecária da escola, Marta Rejane Robaina, o sarau é aberto ao público e contará com participação dos alunos e professores da tarde, convidados do turno da noite e realizadores do mural. A obra foi desenvolvida pelos alunos da oficina de pintura em mural da instituição, ministrada pelo professor de artes João Augusto Santos.

 

A intervenção artística nas paredes da escola é tradicional, contando com a participação de trabalhos em sala de aula, alunos de oficinas e professores. “Esse trabalho de embelezamento da escola é importante, pois é uma construção da década de 50. Muitas aulas de desenho, portanto, são feitas nos corredores. Acreditamos em uma educação que incentive a arte e a cultura”, destaca a vice-diretora da escola, Deliamaris Acunha.

 

Espaço dá boas vindas aos leitores com imagens coloridas. Foto: Divulgação/PMPA

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários

Leitura em Família da EMEI JP Passarinho Dourado

O projeto Leitura em Família da EMEI Jardim de Praça Passarinho Dourado é um exemplo de boa prática em mediação da leitura! Compartilhamos abaixo alguns relatos publicados desde 2009.

= = = =

Projeto de leitura atrai a comunidade

Publicada no jornal Correio do Povo em 03/11/2011 

 

Com “Leitura em Família”, a Escola Municipal de Educação Infantil Jardim de Praça Passarinho Dourado, na Capital, mobiliza alunos e suas famílias. A diretora Zenaide Silva explica que o projeto incentiva a leitura e aproxima a comunidade. Assim, desde 2009, todas as sextas-feiras, as crianças levam para casa um livro que escolhem e um diário.

 

leitura em familia

Reprodução do Correio do Povo. Foto de Jonathan Heckler / CMPA / CP

 

A tarefa é que os pais narrem no diário o que pensaram da história, e os alunos podem “contá-la” em desenhos. Na segunda-feira, cada criança expõe seu momento de leitura, a professora lê o que as famílias escreveram e mostra as produções artísticas. “Essa parceria ajuda na construção do conhecimento e na formação de cidadãos mais conscientes e responsáveis”, diz Zenaide.

Os livros, de diferentes gêneros, tratam de temas como amizade, sexualidade, raça/etnia e ecologia. O projeto foi exposto à Caravana das Boas Práticas Pedagógicas, da Câmara de Porto Alegre. Conforme a presidente da CMPA, Sofia Cavedon, “a escola ensina para além de seus muros, ajudando na construção cultural da criança e da comunidade”.

 

= = = = =

Escola Passarinho Dourado ensina para além dos muros

Publicada no portal da Câmara Municipal de Porto Alegre em 17/10/2011

Darlene Silveira (Reg. Prof. 6478), Assessoria de Imprensa da Presidência
“Olá, família! A partir desta data, estaremos, eu e meu melhor amigo – livro de literatura infantil – visitando sua casa. Com ele cada leitor fará uma viagem inesquecível. Além disso, ele ajudará no desenvolvimento das linguagens, despertará sentimentos, provocará descobertas, enfim, cada livro levará com ele um mundo mágico. Assinado: o Diário”. Com essas palavras, a direção da Escola Municipal de Educação Infantil Jardim de Praça Passarinho Dourado convidou as famílias de seus alunos para participarem do projeto “Leitura em Família”. Para contar essa história, a escola recebeu, dia 13 de outubro, a visita da “Caravana das Boas Práticas Pedagógicas”, da Câmara Municipal de Porto Alegre, cujo objetivo é homenagear o trabalho e a dedicação dos professores das redes de ensino público da Capital.

Caravana Pedagógica conhece iniciativas pedagógicas da Escola Municipal Passarinho Dourado. Foto: Jonathan Heckler, 13/10/2011

E como funciona a proposta? A ideia, segundo a diretora, Zenaide da Silva, é incentivar o hábito da leitura e aproximar ainda mais as famílias da escola. Desde 2009, todas as sextas-feiras, as crianças levam para casa uma sacola, produzida por elas e seus familiares, com um livro que escolhem e um diário. “Nossa intenção é que os pais reservem um tempo para ler o livro e incentivem as crianças a contar a história, lendo as figuras”. Depois, os pais devem narrar no diário o que pensaram da história, e os alunos podem contá-la por meio de desenhos. Segunda-feira, na rodinha, cada criança diz como foi o momento da leitura, a professora lê o que as famílias escreveram e mostra as produções artísticas, se houver. “Acreditamos que essa parceria ajuda na construção do conhecimento e na formação de cidadãos mais conscientes e responsáveis”.

Caravana Pedagógica conhece iniciativas pedagógicas da Escola Municipal Passarinho Dourado. Foto: Jonathan Heckler, 13/10/2011

Os livros são dos gêneros poesia, narrativa, contos de fada, fábulas, lendas, livros sem texto e versam sobre os temas amizade, gênero, sexualidade, raça/etnia, ecologia, entre outros. “A atividade é desenvolvida na nossa biblioteca multimeios, chamada de sala mágica”, explicou a professora.
A escola, localizada na Praça São Geraldo, no bairro de mesmo nome, foi fundada em 1945 e possui 51 alunos de 3 a 5 anos e 11 meses nos turnos da manhã e tarde, em turmas de maternal e jardim.
Para a presidente da Câmara, vereadora Sofia Cavedon (PT), o diferencial da Passarinho Dourado é a capacidade de envolver os adultos da família com esse projeto e a forma de trabalhar as diferentes dimensões da infância. “É a escola ensinando para além dos muros e ajudando na construção cultural da criança e da comunidade.”
= = = =
Zenaide Martins da Silva, diretora da EMEI JP Passarinho Dourado

 

“Quando li a reportagem referente à leitura fiquei deveras interessada e imaginei que pudesse enriquecer a iniciativa.

 

Sou diretora da EMEI JP PASSARINHO DOURADO – escola da Prefeitura Municipal de Porto Alegre – na Av. Guido Mondin, esq. Av. Ceará – Praça São Geraldo. Atendemos 62 crianças na faixa etária de 3 anos e meio a 5 anos e 11 meses, divididas em quatro turmas, duas pela manhã e duas pela tarde. JA1, JA2, JB1 e JB2.

 

Entendemos que a parceria com a família é fundamental no desenvolvimento integral de nossas crianças e uma das formas que encontramos foi o projeto que denominamos Leitura em Família.

 

O projeto começou a ter forma com as crianças personalizando suas sacolas de TNT, pintando-as livremente. No Dia das Mães, fizemos uma festa às mães e um dos pontos altos foi as mães terem costurado as sacolas. Houve inclusive um pai que costurou. Foi momento inesquecível.

 

Na sacola acompanha um caderno (diário) com um texto explicando o projeto. Às sextas-feiras as crianças escolhem livremente um livro infantil e o leva para casa. Às segundas-feiras os mesmos são devolvidos, com o registro, pela família do momento da leitura. Em rodinha, as professoras perguntam às crianças acerca do livro lido, para que as mesmas relatem às demais.

 

Depois a professora lê o que as famílias escreveram. É um projeto lindo e que tem tido uma adesão significativa das famílias. Caso te interesses em nos visitar, teremos prazer em te mostrar as escritas, bem como dar maiores informações a respeito.”

= = = =

A atividade Leitura em Família também foi tema de relato na revista Pátio, n. 32, de julho de 2012.

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Troca de Livros da Pé de Pilão

No dia 3 de maio aconteceu a tradicional Troca de Livros da Biblioteca Pé de Pilão, da EMEF Grande Oriente do Rio Grande do Sul.
As professoras Letícia, Regina, Arlete, Daniela e Liane nos relataram que todos os alunos da escola são convidados a trocar um livro que trouxeram de casa por um dos livros da biblioteca (disponibilizados após seleção e baixa do acervo). Professores e funcionários também participam.
A atividade aconteceu nos turnos da tarde e noite.

 

 

Facebook: https://www.facebook.com/pages/EMEF-Grande-Oriente-do-RS/471028716271041?fref=ts

1 comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Escola Vila Mapa inaugura biblioteca

Texto de: Thiago Greco / Supervisão: Andréa Pinto
A Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Vila Mapa 2 (rua Pedro Golombiewski, número 100) inaugurou nesta terça-feira, 15, sua biblioteca. O projeto é de autoria da professora da escola Elizabete Masera com a ONG Um Pé de Biblioteca, do Estado de Minas Gerais, e tem apoio da construtora Cyrela Goldsztein.

Foto: Willian Baldon/Divulgação PMPA

A inauguração faz parte da primeira jornada da ONG no Rio Grande do Sul. A entidade já realizou ações nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e de Minas Gerais. A biblioteca da Vila Mapa 2 conta com um acervo de mais de 400 livros, de editorias infantis e também pedagógicas, destinados a alunos e professores. Um vídeo produzido pela escola foi apresentado na cerimônia de inauguração, mostrando a linha do tempo da construção do espaço. Pufes, baús, duas prateleiras e uma estante em forma de árvore – símbolo da Pé de Biblioteca -também foram disponibilizados à escola.

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários

Residência Goethe e Biblioteca Smed 2015

Em agosto de 2015 participamos da Residência em Biblioteca Escolar, quando recebemos a visitante da Alemanha, bibliotecária Hanke Sühl.

Ela esteve conosco por quase 4 semanas, observando e visitando algumas das nossas bibliotecas escolares.

Esse intercâmbio foi muito rico na troca de experiências entre os dois serviços de assessorias de bibliotecas escolares, o da Smed e o da Biblioteca Pública de Frankfurt, local de trabalho de Hanke. Constatamos que os serviços prestados aos professores e bibliotecários lotados diretamente nas bibliotecas escolares de ambas as cidades são idênticos. Os direcionamentos, soluções administrativas e tecnológicas e desafios também são muito parecidos.

Dentre as diferenças mais marcantes estão

  • Os recursos humanos em bibliotecas. O trabalho voluntário é muito utilizado em Frankfurt e muitas vezes o horário de funcionamento dos espaços é reduzido. Em Porto Alegre a abertura da biblioteca durante o maior tempo possível, por meio da destinação de horas de servidores de carreira (bibliotecários e professores), é um ideal fortemente buscado;
  • O trabalho de mediação da leitura e contação de histórias é muito forte em Porto Alegre. As atividades de pesquisas escolares (educação para competência informacional) ainda são insuficientes. Já em Frankfurt, ambas atividades são desenvolvidas a contento;
  • Em Frankfurt o alcance da biblioteca escolar e da mediação da leitura fica restrito à escola. Em Porto Alegre o alcance extrapola os muros da escola e se estende pela comunidade do entorno.

 

A Biblioteca Smed ficou especialmente interessada na publicação alemã “Currículo da Biblioteca Escolar” que é um banco de atividades práticas para abordar leitura, livros e literatura com os alunos.

 

Relataremos toda a residência através das fotolegendas  a seguir

 

11 de agosto

Recepção à Hanke na Biblioteca pela coordenadora Adriana Gomes e equipe, pelos diretores pedagógicos Sílvio Capaverde e Adriana Guedes e no gabinete da Secretária de Educação Cleci Jurach.

Apresentação de painel com informações sobre Porto Alegre e a Rede Municipal de Ensino (RME).

O bibliotecário do Instituto Goethe, Uli Kaup, acompanhou a maior parte das atividades durante todo o intercâmbio.

 

Nossa Secretária Cleci Jurach recepciona Hanke em seu gabinete. Foto Willian Baldon/Divulgação PMPA

 

clicadas pela Hanke (5)

Hanke, Uli Kaup, Adriana Gomes e sua equipe no primeiro dia da residência. Foto arquivo pessoal de Hanke Sühl

= =

12 de agosto

 

Apresentação do Cidade Escola e a educação de turno integral na RME pela coordenadora Maria Cristina Garavello.

Visita à Emei Valneri Antunes (bairro Mário Quintana). As diretoras e professoras fizeram a recepção e mostraram a Biblioteca, as minibibliotecas presentes em todas as salas, o Pipoletras e apresentaram uma contação de história.

 

20150812_090729

Apresentação do Cidade Escola por Maria Cristina (centro). Foto Biblioteca Smed

 

valneri 11896371_1661545377397743_1254157102442948592_o (7)

C0ntação de história baseada no clássico da Branca de Neve na Emei Valneri Antunes. Foto Biblioteca Smed

 

clicadas pela Hanke (22)

Diretora Nara, professora Rosângela e Hanke. Carrinho de pipocas que funciona como uma biblioteca itinerante na comunidade do bairro Mário Quintana. Foto arquivo pessoal de Hanke

 

clicadas pela Hanke (36)

Equipe da Emei Valneri. Foto arquivo pessoal de Hanke

= =

13 de agosto

 

Apresentação dos programas e projetos de leitura da RME de Porto Alegre: Adote um Escritor e Baú de Histórias. Era uma vez… dentre muitos outros.

 

Participação em reunião ordinária do Conselho Municipal do Livro e da Leitura (CMLL). Apresentação do PMLL de Porto Alegre – o Plano Municipal do Livro e da Leitura.

 

20150813_145906

Reunião do CMLL na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Foto Biblioteca Smed

 

20150813_110212

Exposição das políticas para livro e leitura da Smed. Foto Biblioteca Smed

 

= =

 

14 de agosto

 

Apresentação do programa Primeira Infância Melhor de Porto Alegre – PIM PIA – pela secretária-adjunta Maria da Graça Gomes Paiva.

 

Visita à biblioteca escolar da Emef Prof. Anísio Teixeira (bairro Hípica). Hanke foi recepcionada pela equipe diretiva e, em especial, pela bibliotecária Cláudia Oberrather e professora Ana Cláudia Zatt.

 

pimpia

Secretária-adjunta Maria da Graça recepciona a visitante. Foto Biblioteca Smed

 

anisio

Emef Anísio: diretor Cassiano, bibliotecária Cláudia e demais professores mostraram a escola para a intercambista. Foto Biblioteca Smed

 

anisio 20150814_162914

Cláudia demonstra o trabalho realizado na Biblioteca. Foto Biblioteca Smed

 

= =

15 de agosto

 

Comemoração dos 50 anos do Instituto Goethe de Porto Alegre, tradicional parceria na área do livro e da leitura

 

goethe

Biblioteca do Goethe: aposentadoria do Uli e chegada da Mônica – continuidade da parceria.  Foto Biblioteca Smed

 

goethe6

Equipes da Prefeitura e Hanke prestigiando o evento do Goethe. Foto Biblioteca Smed

 

= =

18 de agosto

 

Visitas às Emefs José Mariano Beck (bairro Bom Jesus/Jardim Carvalho) e Victor Issler (bairro Mário Quintana)

 

clicadas pela Hanke (167)

Professora Rochele demonstrou trabalho de contação de histórias para adolescentes. Foto arquivo pessoal de Hanke

 

marianobeck

A escola participou da segunda fase do projeto de educação patrimonial do Arquivo Histórico Municipal Moysés Vellinho. Foto Biblioteca Smed

 

20150818_161224

Na Emef Victor Issler, Hanke e a professora Rosana trocam ideias sobre a contação de histórias com auxílio do knee book – o livro de joelho! Foto Biblioteca Smed

 

20150818_163105

Professora Rosana conta uma história com os recursos audiovisuais. Foto Biblioteca Smed

 

20150818_165020

Profas. Rosana, Maria Paula e Ivana presenteiam Hanke com artesanatos relacionados aos livros. Foto Biblioteca Smed

 

= =

19 de agosto

 

Hanke e Uli observaram um dia da itinerância do projeto de leitura Baú de Histórias. Era uma Vez… na escola de educação infantil Criança Cidadã (bairro Rubem Berta) que é conveniada à Prefeitura.

 

clicadas pela Hanke (196)

Fachada da escola conveniada à Prefeitura. Foto arquivo pessoal da Hanke

 

clicadas pela Hanke (208)

Foto arquivo pessoal da Hanke

= =

20 de agosto

 

Alunos da Faculdade de Biblioteconomia da UFRGS assistiram à palestra da Hanke, O bibliotecário como mediador na biblioteca escolar.

 

Formação para as equipes da nossa RME realizada no auditório do Instituto Goethe. Hanke proferiu a palestra Competência informacional: a biblioteca escolar no século XXI.

 

20150820_140527

Formação para RME no Instituto Goethe. Foto Biblioteca Smed

 

20150820_140834

Hanke no início da sua palestra. Foto Biblioteca Smed

 

20150820_140903

Professores e bibliotecários assistem à palestra da Hanke. Foto Biblioteca Smed

 

20150820_143553

Ratinho Fritz, trabalho manual feito no universo da biblioteca escolar. Presente trazido da Alemanha para a Smed. Foto Biblioteca Smed

 

= =

21 de agosto

 

Visitas às Emefs Porto Novo (bairro Rubem Berta) e Leocádia Felizardo Prestes (bairro Cavalhada).

 

11062654_893679394037118_8249185304440213332_o

Atividades de literatura na Emef Porto Novo. Foto Emef Porto Novo

 

11878930_893679777370413_8320385845346194954_o

O Teatro Móvel de Marcos Ungaretti é parceiro da profa. Claudia no desenvolvimento das atividades ligadas à leitura e produção audiovisual. Foto Divulgação PMPA

11875251_893679017370489_1439071952941872163_o

Culminância de trabalhos sobre Monteiro Lobato. Diretora Salete e Hanke posam com as Emílias. Foto Emef Porto Novo

clicadas pela Hanke (264)

Profa. Marielle comanda seu grupo de contadores de histórias da Emef Leocádia. Foto arquivo pessoal de Hanke

 

clicadas pela Hanke (268)

Registro da presença constante das famílias, intensificada pela ação Pacto pela Leitura. Foto arquivo pessoal de Hanke

 

clicadas pela Hanke (267)

Diretor Laércio, profas. Cláudia e Sandra e os pais que participam das contações no Pacto pela Leitura. Foto arquivo pessoal de Hanke

= =

25 de agosto

Visita à Emei Ilha da Pintada.

Biblioteca comunitária do Arquipélago que foi apoiada pelo Plano Municipal do Livro e da Leitura – PMLL e Conselho Municipal do Livro e Leitura – CMLL, do qual a Smed participa.

 

clicadas pela Hanke (328)

O Barco da Leitura criado pela Emei Ilha da Pintada faz a itinerância semelhante ao projeto Baú de Histórias. Foto Arquivo pessoal de Hanke

clicadas pela Hanke (334)

Crianças contam história criada por elas e pela profa. Fabiana. Foto Arquivo pessoal de Hanke

clicadas pela Hanke (350)

Diretoras Soraya e Marta relataram todas as atividades de leitura para a visitante. Foto Arquivo pessoal de Hanke

clicadas pela Hanke (359)

Biblioteca Comunitária do Arquipélago. Foto Arquivo pessoal de Hanke

 

clicadas pela Hanke (363)

O espaço foi reformado com recursos do PMLL de PoA. Foto Arquivo pessoal de Hanke

= =

27 de agosto

 

Palestra da Hanke durante o 46º Fórum Gaúcho pela Melhoria das Bibliotecas Públicas e Escolares – O trabalho do Centro de Apoio para Bibliotecas Escolares em Frankfurt com destaque para a competência informacional.

Painéis sobre políticas de leitura na Smed.

 

20150827_104226

Hanke e a tradutora Elaine. Foto Biblioteca Smed

 

20150827_110601

Público formado por bibliotecários, técnicos em biblioteconomia e professores. Foto Biblioteca Smed

 

20150827_141918

Relato da Smed com Maria Cláudia, coordenadora adjunta da Educação Infantil, Adriana, coordenadora da Biblioteca Smed e suas adjuntas Giane e Anelise. Foto Biblioteca Smed

 

= =

28 de agosto

Reunião e confraternização de encerramento da residência no Instituto Goethe

 

 

= = =

 

clicadas pela Hanke (411)

Foto arquivo pessoal de Hanke

= = = = =
= = =
= =

Reproduzimos abaixo as matérias publicadas no portal da Prefeitura

= =

Bibliotecária alemã visita escolas da rede municipal

Publicada em 11/08/2015

Texto de: Luiz Eduardo Campesato (estagiário) / Supervisão: Guga Stefanello

Visando a conhecer o trabalho e as políticas de incentivo à leitura da Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre (Smed), a bibliotecária alemã Hanke Sühl participa, nas próximas semanas, de diversas atividades voltadas à educação na Capital, bem como a visitação a escolas públicas do município. Sühl, vice-diretora do centro de apoio para bibliotecas escolares da Biblioteca Pública de Frankfurt, participa do intercâmbio profissional promovido pela Smed e pelo Instituto Goethe.

A programação da visita de intercâmbio inicia-se nesta terça-feira, 11, a partir das 15h, em reunião entre Sühl e Cleci Maria Jurach, secretária municipal de Educação. Também participam do encontro Silvio Luis Capaverde, diretor pedagógico da Smed, representantes do Instituto Goethe e da Biblioteca da Secretaria. Serão discutidas as diretrizes pedagógicas de incentivo à leitura na Capital, além da apresentação de painel sobre os números da educação em Porto Alegre. Ao longo do mês, a bibliotecária ainda participa de conversa interativa com Maria Cristina Garavello, coordenadora do Projeto Escola, apresentação dos programas Adote um Escritor e Baú de Histórias e palestra sobre competência informacional para professores que atuam em bibliotecas escolares.
As visitas à escolas municipais, que ocorrerão ao longo das próximas três semanas, visam à aproximação da bibliotecária com a realidade e os projetos de ensino em Porto Alegre, promovendo a troca de experiências entre as partes. É prevista em cada escola uma tour pelos espaços físicos, momento com as equipes que cuidam das políticas de leitura, troca de ideias sobre incentivos pedagógicos e espaço para esclarecimento de dúvidas relacionadas ao sistema educacional de Frankfurt. Serão visitadas as Emeis Valneri Antunes e Ilha da Pintada, as Emefs Anísio Teixeira, Mariano Beck, Victor Issler, Porto Novo e Leocádia Prestes,  e a Escola Infantil Conveniada Criança Cidadã.
Programação de Visita às Escolas
12/08/15 – 14h – Emei Valneri Antunes – Adriana G./Anelise
14/08/15 – 13h30 – Emef Anísio Teixeira – Giane/Bianca/Adriana
18/08/15 – 9h – Emef Mariano Beck – Adriana/Anelise/Bianca
18/08/15 – 14h– Emef Victor Issler – Adriana/Anelise/Bianca
19/08/15 – 14h – Escola Infantil Conveniada Criança Cidadã – Ed.Infantil/Giane/Adriana M./Bianca
21/08/15 – 8h45 – Emef Porto Novo – Giane/Bianca/Rodolfo
21/08/15 – 14h– Emef Leocádia Prestes – Giane/Bianca/Adriana
25/08/15 – 13h30 – Emei Ilha da Pintada – Anelise/Adriana/Bianca/Renata ou Jacqueline da SMC
= = =
= =

Secretaria de Educação recebe visita de bibliotecária alemã

 

Publicada em 11/08/2015

Texto de: Andrea Pinto

 

A bibliotecária alemã Hanke Sühl visitou, na tarde desta terça-feira, 11, a secretária Municipal de Educação, professora Cleci Maria Jurach. O encontro faz parte do intercâmbio profissional entre bibliotecários do Brasil e da Alemanha, promovido pela Secretaria Municipal de Educação (Smed) e pelo Instituto Goethe.
Vice-diretora do centro de apoio para bibliotecas escolares Schulbibliothekarische Arbeitsstelle, da Biblioteca Pública de Frankfurt, Hanke fica em Porto Alegre até 29 de agosto para conhecer o cenário dos acervos escolares da cidade, especialmente o trabalho da coordenação da Smed. Na América do Sul, a capital gaúcha foi escolhida para receber o programa por suas políticas de leitura inovadoras e já consolidadas dentro da rede municipal de ensino.
A secretária explicou que a Smed vem investindo em formas diferentes de despertar a curiosidade das crianças. “O nosso desafio é fazer com que os alunos se interessem pela leitura. Hoje, muitas escolas da rede contam também com alfabetização audiovisual”, destacou.
A alemã agradeceu a oportunidade e demonstrou empolgação com a extensa programação de atividades que irá participar. “Estou muito feliz de poder estar aqui trocando informações e levando experiências que poderão contribuir muito para mim, não só profissionalmente, como pessoalmente”, ressaltou Hanke. Também estiveram presentes o coordenador pedagógico, Silvio Capaverde, a coordenadora da biblioteca, Adriana Gomes, ambos da Smed, e o bibliotecário do Instituto Goethe, Uli Kaup.
= = =
= =

Publicada em 12/08/2015

Texto de: Guga Stefanello

 

A bibliotecária alemã Hanke Sühl, na manhã desta quarta-feira, 12, esteve reunida com a equipe da biblioteca e a coordenadora do Cidade Escola, Maria Garavello, dando continuidade à programação da Secretaria Municipal de Educação (Smed). A coordenadora do Cidade Escola fez um relato sobre o funcionamento do projeto desde sua criação até a presente data. “A educação em tempo integral é prioridade da atual gestão, pois representa um avanço na qualidade do ensino e na formação integral dos futuros cidadãos”, disse Maria Cristina.

Implantado em 2006, o projeto Cidade Escola atende cerca de 25 mil alunos da educação infantil e do ensino fundamental com atividades em turno integral. O projeto atua como política pública no turno inverso, oferecendo, durante o tempo ampliado de permanência dos alunos na escola, atividades pedagógicas e lúdicas, como letramento, numeramento, arte, cultura, esporte, lazer e inclusão digital, além de educação ambiental, musical e étnico-racial. Em 2014, o projeto contabilizou 2.818 horas de atividades, com 62 turmas integralizadas.

Hank é vice-diretora do centro de apoio para bibliotecas escolares Schulbibliothekarische Arbeitsstelle da Biblioteca Pública de Frankfurt e permanecerá em Porto Alegre até o dia 29 de agosto para conhecer o sistema de ensino e as políticas de leitura. Pela manhã, a equipe de bibliotecários da Smed apresentou o sistema de bibliotecas da rede municipal e as principais políticas e projetos de leitura. À tarde, Hank visitará a Escola Municipal de Educação Infantil Valneri Antunes (Estr. Martim Félix Berta, 2353 – Rubem Berta).

 

= = =

= =

Publicada em 13/08/2015
Texto de: Andrea Pinto

A Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Valneri Antunes, do bairro Mario Quintana, recebeu, nessa quarta-feira, 12, a bibliotecária alemã Hanke Sühl, que foi até o local para conhecer as políticas de leitura. As crianças contam com locais para contação de histórias em todas as salas de aula, além da biblioteca e da bebeteca, onde são lidos livros para bebês até dois anos. Entre muitos projetos, a Emei possui um que já foi premiado: o Pipoletras – carrinho de pipoca que oferta livros aos alunos e membros da comunidade.

Para recepcionar a visitante, os alunos apresentaram uma peça de teatro na biblioteca. A gama de ações de desenvolvimento da leitura surpreendeu a alemã, que ficou admirada com o envolvimento de todos no processo. “Estou encantada, pois eles recebem aqui bastante estímulo à criatividade, mostrando que muitas coisas são feitas para motivar a leitura”, destacou.

Nara de Freitas, diretora da escola, explicou que a comunidade inteira abraçou a proposta de literatura. “Temos políticas que buscam agregar. O livro é um elo que leva um pedacinho da escola para casa, fazendo com que as crianças saiam daqui leitoras”, orgulha-se.

Hanke é vice-diretora do centro de apoio para bibliotecas escolares Schulbibliothekarische Arbeitsstelle da Biblioteca Pública de Frankfurt. Ela permanecerá em Porto Alegre até o dia 29 de agosto para conhecer o sistema de ensino e as políticas de leitura realizadas pela Smed.

= = =
= =

Educação apresenta programa PIM/ PIA a bibliotecária alemã

 

Publicada em 14/08/2015

Texto de: Luiz Eduardo Campesato (estagiário) / Supervisão: Guga Stefanello

 

A bibliotecária alemã Hanke Sühl esteve na manhã desta sexta-feira, 14, no gabinete da secretária adjunta da Secretaria Municipal de Educação (Smed) e coordenadora do programa Primeira Infância Melhor Porto Infância Alegre, Maria da Graça Paiva, (PIM/ PIA). O programa é uma  conjunta da Smed, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc) e promove o atendimento da primeira infância em famílias em situação de risco.

Maria da Graça apresentou o espaço de trabalho, as ações, o planejamento e o banco de dados do PIM/ PIA. Ela destacou o pioneirismo do programa, que atualmente presta assistência a 150 famílias e não se restringe ao atendimento pedagógico convencional, mas a atividades que visam ao desenvolvimento integral. Os visitadores realizam atendimentos individuais, em grupo, domiciliares e externos, de forma a estimular a linguagem, o afeto, a qualificação das relações familiares e a prevenção de doenças e da violência em ambientes de vulnerabilidade socioeconômica. “Nosso trabalho buscar assegurar direitos previstos pela Constituição Federal, no Artigo 227, que determina que a família, a sociedade e o Estado devem dar à criança e ao jovem a absoluta prioridade. As ações articuladas entre os vários órgãos de assistência são fundamentais para o sucesso do programa”, afirma Maria da Graça.
A secretária adjunta destacou, também, o trabalho do projeto Bibliotecando com as Famílias do PIM/ PIA, que organiza o acesso aos livros de acordo com a realidade cultural das famílias atendidas, ressaltando a importância da contação de histórias no período da primeira infância, estimulando a criatividade e o enriquecimento imaginário da criança. Lançado em maio deste ano, tem a finalidade de oferecer o contato com os livros e a leitura durante as visitas aos domicílios.
Sühl foi presenteada com um exemplar da revista da Smed Porto Alegre, Cidade Educadora, o mapa da cidade e um broche do PIM/ PIA e uma boneca confeccionada por uma das visitadoras, além do artigo publicado por Maria da Graça na revista virtual Current Issues in Comparative Education, da Universidade de Columbia, que aborda o trabalho realizado pelo programa.

1 comentário

Arquivado em Diversos, Escolas municipais e professores municipários

Reunião convocada pela Biblioteca Smed

Boa tarde, colegas

 

Nossa última reunião de 2015 acontecerá amanhã, quarta-feira 25 de novembro, as 13h no auditório da Livraria Paulinas. Endereço: Rua dos Andradas, n. 1212.

Foram convidadas as equipes das bibliotecas escolares e os coordenadores do programa Adote um Escritor.

Os destaques da pauta são a avaliação do Adote edição 2015 e retorno sobre as estatísticas de atendimento colhidas pelas bibliotecas escolares e reunidas pela biblioteca centralizada.

Esperamos vocês nas Paulinas. Abraços!

Adriana Gomes e equipe

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Diversos, Escolas municipais e professores municipários