Arquivo da tag: Visita

O encontro do ilustrador Rogério Coelho com seus leitores

Matéria publicada no blog Estante de Letrinhas, do jornal Estadão, de São Paulo

Bia Reis, 02/11/2016

 

Premiado com o troféu HQMix e finalista em três categorias do Jabuti, o autor visitou uma escola na periferia de Porto Alegre, no projeto Adote Um Escritor.

Qual foi o primeiro livro que você publicou? Qual você mais gostou de fazer? E o mais difícil? Quando você começou a desenhar? Você pode mostrar o livro que fez com seu filho?

Rogério Coelho mal teve tempo para respirar assim que abriu para as perguntas. As crianças que ocupavam as cadeiras e o chão de uma sala na Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof. Judith Macedo de Araújo, na periferia de Porto Alegre, estavam ansiosas para saber tudo sobre o ilustrador e autor de livros infantis cujas obras haviam lido nas últimas semanas como parte do projeto Adote Um Escritor, que acaba de completar de 15 anos.

Continue lendo no link originalhttp://cultura.estadao.com.br/blogs/estante-de-letrinhas/o-encontro-do-ilustrador-rogerio-coelho-com-seus-leitores/

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Visitas de escritoras

Taís Batista, Jô da Sucata e Lilian da Rocha nos visitaram ao longo do ano. Agradecemos pelas doações de seus livros e desejamos mais sucesso!

As obras já estão disponíveis para empréstimo.

= =

O bebê de cabelo PUNK e os raios de Sol, de Taís Batista (esquerda na foto abaixo, acompanhada de Adriana, coordenadora da Biblioteca) – https://www.facebook.com/obebedecabelopunk/

Segundo Taís, “o livro é adequado para a Educação Infantil e também com as primeiras séries do Ensino Fundamental. No entanto, sua narrativa também encanta adolescentes e adultos por retomar a formação étnica brasileira e as transformações da primeira infância”.

 

tais-batista-3

Fotos Biblioteca SMED/PMPA

= =

Zabelê Beremi Bambata : a menina de sucata, de Jocelaine Machado, a Jô da Sucata! Ela está no centro da foto acompanhada de Maria da Graça G. Paiva (esquerda), nossa secretária adjunta, e assessoras da Educação Infantil e da Biblioteca

 

jo-da-sucata-20160713-3

 

= =

Sopapo poético : pretessência, uma das organizadoras é Lilian Rose Marques da Rocha (sentada à esquerda na foto abaixo, com Giane e Adriana)

20160811-sopapo-2

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Escola Vila Monte Cristo realiza encontro do Adote um Escritor

Matéria publicada em 18/11/2016 no portal da PMPA

 

Edição de: Manuel Petrik

 

Alunos e professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Vila Monte Cristo (rua Carlos Superti, 84, Vila Nova) participaram nessa quinta-feira, 17, do encontro do programa de leitura Adote um Escritor, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Câmara Rio-Grandense do Livro. O autor adotado de 2016 pela EJA da escola foi Ari Riboldi, professor da rede municipal de ensino há 29 anos e referência em origem de palavras, expressões e ditados populares, com seis livros publicados, dentre os quais destaca-se a série O Bode Expiatório 1, 2 e 3.

 

O autor foi recepcionado pela diretora, professora Ivone Bolico da Silva, e pelas professoras Ana Paula Villeroy e Virgínia Funchal, responsáveis pela Biblioteca Erico Veríssimo e pela coordenação do Adote na Monte Cristo. O encontro com alunos e professores foi realizado no auditório das 19h30 as 21h30min. Riboldi abordou as expressões idiomáticas, particularmente as que têm nomes de animais, referindo o sentido literal e figurado das mesmas. Também conversou com os estudantes sobre as gírias mais comuns do meio em que eles vivem e usadas no seu cotidiano. Para tanto, o escritor havia recebido, antecipadamente, uma relação de expressões e gírias catalogadas pelos próprios alunos durante o período preparatório ao encontro.

 

Foto: Aline Bisso/ Divulgação PMPA. Escola Monte Cristo trabalha a obra do escritor Ari Riboldi

 

Além de atividades em sala de aula, a professora Anna Paula fez a leitura e a análise das obras com os alunos, no projeto Pare e Leia, que leva cada turma, por meia hora diariamente, à biblioteca para ler e conversar sobre os textos. Uma das alunas mais atentas à palestra foi Vera Lúcia Medeiros, 49 anos, cuidadora de idosos, que frequenta a Totalidade 5. “Adorei a conversa do escritor. Ele me fez lembrar da minha infância, no interior do Estado, quando trabalhava na lavoura de arroz e a gente usava muitas das expressões explicadas pelo escritor”. Para a professora Anna Paula, houve um engajamento dos alunos porque eles se sentiram motivados pela valorização das gírias usadas no seu meio cotidianamente. “A fala do professor Ari veio ao encontro do trabalho feito com os jovens, além de ser um estímulo à leitura como forma de ampliar o vocabulário e de se expressar bem em qualquer circunstância. Ele desperta a curiosidade e o interesse de todos pelas palavras”, afirmou.

 

No hall de entrada da escola, foi colocado um grande painel com o nome do escritor, sua caricatura, feita pela docente Aline Ribeiro, de Artes, cercada de termos e expressões retiradas dos livros. No auditório, havia um cartaz vazado para fotos com a figura de um bode, em alusão aos livros de Riboldi. Após o encontro, muitos estudantes aproveitaram para  fazer foto no cartaz, posando como bodes expiatórios e também com o próprio escritor Ari Riboldi.

 

Foto: Aline Bisso/ Divulgação PMPA. Cartaz com figura de bode faz alusão aos livros do autor

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Escola Chico Mendes recebe João Pedro Roriz no Adote um Escritor

Matéria publicada em 8/11/2016 no site da PMPA

 

Texto de: Andrea Pinto

 

Dentro das atividades relativas ao Programa de Leitura Adote um Escritor, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes recebeu, nesta terça-feira, 8, a visita do escritor João Pedro Roriz. O encontro ocorreu no pátio da escola e foi destinado aos alunos dos segundo e terceiro ciclos.

 

Segundo Maria Luiza Borges, uma das professoras responsáveis pela biblioteca, a iniciativa uniu as ações integrantes do Adote um Escritor e do projeto de leitura que existe na escola, destinado aos alunos do terceiro ciclo. “Temos a preocupação de estimular a leitura dos adolescentes e por isso desenvolvemos um projeto que despertasse o interesse deles. Trabalhamos com o terceiro ciclo a obra ‘O Mistério das Quatro Estações’. Neste ano tivemos uma culminância de atividades, pois o autor que utilizamos no projeto foi o mesmo adotado pela escola”, explicou.

 

A professora destacou, ainda, práticas realizadas com os estudantes, como a leitura compartilhada semanal, na qual os alunos fazem leitura oral das histórias, representando narrador e personagens. “No encontro o autor abordou temas importantes para os adolescentes, mas de uma forma descontraída. Foi bem divertido e eles adoraram”, salientou Maira Luiza.

 

Escritor, jornalista e arte-educador, João Pedro Roriz produz obras de literatura juvenil. É autor de 25 livros e de diversas peças de teatro. Realiza palestras em escolas e eventos de educação abordando temas como o incentivo à leitura, motivação, filosofia e comportamento. Nascido em Niterói, Rio de Janeiro, Roriz mora atualmente em Porto Alegre.

 

Foto: Aline Bisso/Divulgação PMPA. Roriz é autor de 25 livros e de diversas peças de teatro

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Programa Adote um Escritor apresenta crescimento em 2015

Publicada no portal da Prefeitura em 14/01/2016

Texto de: Arthur Menezes (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto

Dentro das políticas públicas de incentivo à leitura desenvolvidas pela Prefeitura de Porto Alegre e implantadas pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), o programa Adote um Escritor chegou à sua 14ª edição em 2015. O Adote, como é conhecido, em parceria com a Câmara Rio-Grandense do Livro, é realizado com base na aquisição de publicações de autores para serem trabalhados durante o ano letivo, além de obras gerais para qualificação do acervo das bibliotecas escolares, com recursos alocados pela Smed. Só em 2015, foram mais de oito mil obras adquiridas.

Patrono da 61ª Feira do Livro visita a Escola Municipal Jardim de Praça Girafinha, em 30/10/2015.  Foto: Luiz Eduardo Campesatto/Divulgação PMPA

Encontros ocorridos nas escolas promovem integração e possibilitam a aproximação entre os alunos e os escritores adotados. Os livros e as palestras rendem produções, que posteriormente são expostas na escola, especialmente durante a visita do escritor. Com a criação inventiva, a demanda por uma iniciativa que ampliasse a divulgação desse repertório foi gerada, nascendo então, em 2014, o Porto Leitura Alegre, quando o evento teve espaço na 60ª Feira do Livro de Porto Alegre. As escolas puderam divulgar seus trabalhos por meio de relatos, exposições de banners e apresentações de grupos de alunos contadores de histórias.
Em 2015, o Porto Leitura Alegre teve sua segunda edição. Realizada em 11 de novembro, a atividade aconteceu no Teatro Carlos Urbim, com a participação das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emefs) Governador Ildo Meneghetti, Moradas da Hípica, Deputado Victor Issler, Migrantes, Afonso Guerreiro Lima e da Escola Municipal de Ensino Infantil (Emei) Florência Vurlod Socias. Na ocasião, as instituições participaram do Festival de Contadores de Histórias.
Também em 2015, o programa foi incluído na programação do 4° Seminário Internacional O Papel da Leitura no Desenvolvimento da Sociedade: Bibliotecas comunitárias, escolares e públicas. As escolas da rede municipal puderam inscrever seus trabalhos. A Emef Migrantes expôs um banner no Salão de Ideias, enquanto as Emefs Leocádia Felizardo Prestes, José Mariano Beck, Senador Alberto Pasqualini, Professor Anísio Teixeira e Vila Monte Cristo apresentaram relatos na Sala de Compartilhamento.
 
Projeto Adote um Escritor em Emei. Foto: Thiago Greco/Divulgação PMPA
Maior participação – O Programa Adote um Escritor, em 2015, teve uma participação maior por parte de alunos da rede em comparação a anos anteriores. Foram 13.292 estudantes, três mil a mais que em 2014. Houve ampla adesão dos alunos à 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, com mais de cinco mil estudantes prestigiando o evento, numa mobilização que contou com 151 ônibus.
O Adote marcou a comunidade escolar de um modo geral. Estiveram nas ações ligadas ao projeto 1.140 educadores e 489 funcionários de escolas, enquanto que, em 2014, foram 1.061 educadores e 74 funcionários. Em números gerais, em 2015, mais de 18 mil pessoas se envolveram com a iniciativa – cinco mil a mais que no ano anterior.
“Atividades como esta aproximam os escritores de seus leitores”, disse Rogério Andrade Barbosa, autor integrante do Adote. Barbosa tem mais de 90 publicações e conquistou o Prêmio da Academia Brasileira de Letras de Literatura Infantojuvenil, Rio de Janeiro, 2005.
“O trabalho é primoroso e deveria ser divulgado por este nosso imenso país como um exemplo de educação. Fiquei honrada em participar”, garantiu a autora Luciana Savaget, eleita Personalidade Internacional do Ano da Criança, pela União Brasileira dos Escritores (UBE), em 1979 e frequentemente premiada.
Em sua mais recente edição, foram 69 escritores adotados pelas escolas de Porto Alegre, dos quais 31 eram locais, valorizando a produção literária da cidade. Diferentemente de Rogério e Luciana, veteranos no programa, outros 12 autores estrearam em 2015, o que demonstra a constante qualificação.
Prestes a completar 15 anos, o Adote um Escritor integra, juntamente com o projeto Baú de Histórias: Era uma vez – que leva livros a crianças das instituições de educação infantil conveniadas à Prefeitura de Porto Alegre, localizadas nas regiões de periferia da Capital – a política pública de incentivo à leitura da Smed.

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Ilustradora do projeto Adote um Escritor visita escola infantil

Publicado no portal da Prefeitura em 06/11/2015

Texto de: Thiago Greco (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto

A ilustradora Marília Pirilo, artista participante do Programa de Leitura Adote um Escritor, da Secretaria Municipal de Educação (Smed), visitou a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Jardim de Praça Cirandinha, no bairro Moinhos de Vento, nessa quinta-feira, 5, para ministrar uma oficina de artes visuais. A Emei organizou uma série de ações, ao longo dos últimos meses, visando a inserir as crianças no universo da artista e prepará-las para o encontro.
Visita à Bienal do Mercosul, ao cinema e teatro, acampamento e passeio por três trilhas ecológicas, uma no Parque Moinhos de Vento (Parcão), outra no jardim do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) e a terceira no próprio pátio da escola, foram as atividades realizadas pelos estudantes relacionadas às obras de Marília Pirilo. “É uma oportunidade ímpar para as crianças aprenderem com uma profissional reconhecida nacionalmente”, comentou a diretora da Emei Cirandinha, Adriana Gimenes. Para completar todos os ciclos da Bienal, mais duas visitas estão agendadas para os dias 20 de novembro e 3 de dezembro.
O Adote faz parte do projeto de arte contemporânea já trabalhado na escola. “Trabalhamos em três dimensões: ética, estética e cultural, ampliando o repertório dos educadores e das crianças”, completou Adriana.

Projeto Adote um Escritor na Emei. Foto: Thiago Greco/Divulgação PMPA

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Escola Migrantes recebe o escritor Mario Pirata

Publicado no portal da Prefeitura em 26/11/2015

Texto de: Thiago Greco (estagiário)/ Supervisão: Andrea Pinto

 

A manhã desta quinta-feira, 26, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Migrantes, teve poesias, músicas e brincadeiras. Todas as atividades foram ministradas pelo poeta Mario Pirata, que participa do Programa de Leitura Adote um Escritor da Secretaria Municipal de Educação (Smed).
A visita, sob o tema Sem encantamento não há possibilidade de conhecimento, coroou um ciclo construído desde o início do ano com os alunos, que estudaram as obras de Pirata. Oficinas de leitura e trabalhos artísticos voltados às poesias do artista foram realizados na instituição, buscando preparar as crianças para este dia. Antes do poeta subir ao palco, o clima entre os pequenos era de ansiedade. Perguntavam a todo o momento para seus professores se era verdade que Pirata realmente iria à escola.
“O Adote é fundamental para as escolas. Participo desde o começo com a função de promover a literatura e a linguagem do encantamento. Sinto que estou colaborando de alguma forma. Estudei minha vida toda em escola particular e nunca tive a oportunidade de um contato direto com um escritor”, confessa o escritor e poeta, Mario Pirata.
Escola Migrantes recebe escritor Mário Pirata. Foto: Aline Bisso/Divulgação PMPA

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Escola Patinho Feio recebe autora Marta Lagarta

Publicada pela Prefeitura em 12/11/2015

Texto de: Luiz Eduardo Campesato (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto

Os alunos da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Jardim de Praça Patinho Feio receberam, na tarde de quarta-feira, 11, a visita da escritora Marta Lopes Vieira, conhecida como Marta Lagarta. O encontro faz parte do programa de leitura Adote um Escritor, da Secretaria Municipal de Educação (Smed), no qual cada escola da rede é contemplada com um autor para ter suas obras conhecidas e trabalhadas pelos estudantes ao longo do ano.

Foto: Divulgação/PMPA

Desenhos, pinturas, recortes, colagens, modelagens e construções com sucatas foram algumas das atividades desenvolvidas pelos alunos junto às professoras neste semestre. Contentes com a presença de Marta, as crianças foram contempladas com o bom humor e carinho da autora, que contou a história O baú do Tatu aos pequenos, presenteando a escola com a obra autografada. As turmas de Jardim A ofereceram à escritora um quadro com poesias e uma boneca alusiva à obra A Menina que ia para longe, enquanto as turmas de Jardim B organizaram um painel com fotos da visita para guardarem de recordação.
Nascida no Rio de Janeiro, Marta já trabalhou em teatro, cinema e circo. Foi professora de artes cênicas e dedica-se, desde 1991, à literatura infantil, publicando livros como “Busca-Busca”, “Rima ou combina?” e “Mamãe Bela, Mamãe Fera”.

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários

Nós na 61ª Feira do Livro

Aqui está nossa programação na 61ª Feira do Livro!

Dia 30 de outubro – sexta-feira
– 12h30min – Abrimos a banca da SMED em conjunto SMC
– 19h – Aconteceu a abertura oficial da 61ª edição
Dia 10 de novembro – terça-feira

– 18h – Lançamento e sessão de autógrafos do “Professor Excelência 2014”
Local: Memorial do RS – Térreo

Dia 11 de novembro – quarta-feira
– 9h às 11h30min – Festival de Contadores – II PLA – Porto Leitura Alegre
– 14h às 16h30min – Festival de Contadores – II PLA – Porto Leitura Alegre
Local: Teatro Carlos Urbim (Área Infantojuvenil)

Dias 13 e 14 de novembro – sexta e sábado
– Seminário Internacional “O Papel da Biblioteca e da Leitura no Desenvolvimento da Sociedade: Bibliotecas Comunitárias, Escolares e Públicas.
Local: Teatro Dante Barone – Assembleia Legislativa do RS
Inscrições no link:
https://redebiblios.wordpress.com/2015/10/20/abertas-as-inscricoes-para-o-iv-seminario-internacional-o-papel-da-biblioteca-e-da-leitura-no-desenvolvimento-da-sociedade/
Neste seminário, teremos diversos relatos de professores e bibliotecários da Rede Municipal de Ensino

Dia 15 de novembro – domingo
– 14h – Mesa de debates e sessão extraordinária do Conselho Municipal do Livro e da Leitura – com participação da SMED

= = = = = = =

Livros disponíveis na Banca SMED/SMC
Professor Excelência 2010
Professor Excelência 2011
Professor Excelência 2012
Professor Excelência 2013
Professor Excelência 2014
O Conhecimento fazendo a diferença
Gincana Solidária
Saia justa
Somos todos Porto Alegre
Porto Alegre Cidade Educadora
Orquestra Villa Lobos
DVD Orquestra Villa-Lobos Ao Vivo

A banca está instalada ao lado do Santander Cultural, de 30 de outubro à 15 de novembro
= = = = =

Todas as escolas da RME participarão da Feira realizando visitas às atrações destinadas aos públicos infantil, juvenil e EJA. Essas atividades têm curadoria e programação feitas pela parceira Câmara do Livro (CRL). As escolas também farão aquisição de livros para o acervo das bibliotecas escolares com as verbas do Programa de Leitura Adote um Escritor.
Os servidores da SMED poderão adquirir os livros de sua escolha nas bancas da Feira, com o Cartão do Servidor, no valor de R$ 50,00 (cinquenta reais). Pelo terceiro ano consecutivo, o Cartão do Servidor é oferecido pela mantenedora, como forma de incentivar a leitura e facilitar o acesso aos livros.

Deixe um comentário

Arquivado em Escolas municipais e professores municipários, Gosto pela leitura

Patrono da Feira do Livro participa de projeto da Smed

Matéria publicada no portal da Prefeitura em 4/11/2015

Texto de: Andrea Pinto

Dilan Camargo, patrono da 61° Feira do Livro, visitou, nesta quarta-feira, 4, a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Jardim de Praça Passarinho Dourado. O autor foi escolhido, por meio do Programa de Leitura Adote um Escritor, da Secretaria Municipal de Educação (Smed) de Porto Alegre, para ter suas obras trabalhadas durante o ano em sala de aula. O escritor foi recepcionado com festa pelas crianças, que, vestindo fantasias de halloween, aguardavam ansiosas a chegada do convidado ilustre. Os familiares também participaram do evento, levando doces e salgados temáticos.

Foto Divulgação PMPA

Em meio a brincadeiras realizadas com os pequenos leitores, Camargo destacou que o carinho recebido é o melhor retorno. O autor informou que participa há mais de uma década do Adote um Escritor. “Já não sou mais órfão, estou sempre sendo adotado”, brincou. Camargo destacou ainda a importância do programa, como uma forma de aproximar as crianças dos escritores. “Desta forma, mostramos que somos reais e estamos ao alcance delas. É uma contribuição fantástica para o desenvolvimento cognitivo e afetivo dos pequenos”, finalizou.
A secretária municipal de Educação de Porto Alegre, Cleci Maria Jurach, agradeceu a parceria de Camargo e ressaltou o esforço da equipe. “É possível fazer educação de qualidade em qualquer espaço quando se quer e se tem profissionais competentes”, concluiu. Segundo a diretora da escola Zenaide Martins da Silva, o escritor foi adotado antes de ser escolhido patrono da Feira. “Ficamos envaidecidos, pois valorizou ainda mais o nosso projeto”, disse.

Foto Divulgação PMPA

Autor – Dilan Camargo, que nasceu em Itaqui, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, tem 66 anos e já publicou diversos livros infantis e de poemas, como O Embrulho do Getúlio, Diário sem Data de uma Gata e O Vampiro Argemiro. Vencedor do Prêmio Ages de livro infantil de 2012 e indicado ao Prêmio Jabuti em 2014, foi escolhido patrono da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, que ocorre na Praça da Alfândega até o dia 15 de novembro.
Adote um Escritor – Com o objetivo de incentivar a leitura nas escolas da rede municipal de ensino de Porto Alegre, o programa, que existe desde 2002, está em sua 14ª edição. Durante o ano, as escolas adotam um autor da literatura Rio-Grandense ou Brasileira, adquirindo suas obras literárias para trabalho em sala de aula, com recursos fornecidos pela Smed.

Deixe um comentário

Arquivado em Adote um escritor, Escolas municipais e professores municipários